Brasil: Webjornalismo multimídia é tema de novo livro

17 octobre 2010 par  
Classé dans langues, português, Publications

Em virtude do avanço das novas mídias e das ferramentas de comunicação cada vez mais híbridas e móveis, o modo de se fazer jornalismo vem mudando de maneira revolucionária ao longo dos anos desde a criação da internet. Para retratar e analisar a evolução por que a transmissão da informação vem passando, a jornalista Magaly Prado lança, dia 30/11, o livro Webjornalismo, que retrata uma nova forma de trabalhar a informação com as recentes tecnologias.

A obra aborda temas como jornalismo multimídia, blogs jornalísticos e jornalismo móvel. Magaly Prado aborda o papel do jornalismo na web e nas redes sociais,… que hoje agregam mais de 55 milhões de usuários somente no Brasil

Em dez capítulos, o livro trata do webjornalismo multimídia, interativo, colaborativo, personalizado, customizado e móvel. Do hipertexto passando pela multimídia até constituir uma hipermídia, o jornalismo digital ganha força na mobilidade geolocalizável.Livro chega ao mercado mostrando uma maneira diferente de trabalhar a informação com as tecnologias recentes

Além de mostrar o papel do jornalismo nas redes sociais, a autora também analisa o conteúdo produzido e gerado pelo usuário, que traz à tona o consumidor no papel do jornalista, assim como as questões éticas que surgem nas redes. A função dos jornalistas, hoje multitarefa, evoluiu na era da hipermídia. Atualmente, não basta informar; ele precisa também saber filtrar a informação e interagir com o público.

O webjornalismo, que começou como uma extensão do jornalismo tradicional, hoje é uma das principais mídias do mundo. Há algum tempo as redes sociais também vêm sendo utilizadas nas estratégias de comunicação das empresas. Esse mercado já não é mais uma tendência e sim uma realidade, no Brasil e no mundo. De acordo com estudo realizado em 2010 pela Agência Click, cerca de 80% dos brasileiros estão nas redes sociais – estas novas mídias agregam em torno de 55 milhões de usuários.

Para mais informações sobre a obra, clique aqui.